saudade

.

Saudade, rosa pendida que o vento beija e sacode,

saudade, asa partida que quer voar e não pode.


Saudade, folha caída que o rio leva pro mar,

saudade, ânsia de amor que não quer mais acabar.


Saudade, luta perdida entre a paixão e a razão,

saudade, vela apagada por não ter mais oração.


Saudade, lágrima abaixo que quer teu lábio encontrar,

saudade, triste agonia que não quer mais se acalmar.


Saudade, estrela cadente que se apaga lá no céu,

saudade, seresta de amor sem canção, sem menestrel.


Saudade, rima bonita de um verso que não é meu,

saudade, de ti, querida, efígie do meu camafeu.


Saudade – ó, saudade! dos sonhos de quando estivemos perto,

saudade, que agora transforma minha existência em deserto.

Anúncios

10 Respostas to “saudade”

  1. osvaldo marques Says:

    Nota do autor: “os dois primeiros versos do poema não são meus, são de uma trova aprendida há cinco décadas, nos tempos de ginásio”.

  2. FABIANA Says:

    MUITO LINDO, VOCÊ ESTAVA INSPIRADO!

  3. Tayanne Says:

    Adorei!!!!!!

  4. Muito bacana, Você tem talento. São belíssimos os poemas. Bjs

  5. Que coisa mais lindaaaa!!!bjs

  6. Gilberto Says:

    Ai, que saudade!
    Saudade, alma gêmea do tempo… Abraços!

  7. gisele Says:

    Lindo como você, junior.

  8. Fabiana Says:

    Amei suas poesias…Está de parabéns…
    Ah, não consegui te add no orkut e no msn…
    Beijos.

  9. Tô acompanhando suas crônicas e poesias. Tô adorando…Posso publicá-las no meu espaço no site http://www.itabaianase.com.br ?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: