quero um beijo

.

Se é um homem que diz que quer ser beijado, é porque seu “termômetro sexual” chegou ao limite e precisa “descarregar” suas energias.

Se ao contrário, é uma mulher, é porque sua carência afetiva está “lá nos píncaros” e precisa urgentemente de carinhos para compensar.

A polêmica diferença entre o homem e a mulher já rendeu muito para muitos. A incapacidade que temos de entender o sexo oposto, em termos emocionais, cria um tema engraçado e ao mesmo tempo intrigante.

Os valores dos tempos idos são realmente idos. No passado as uniões amorosas eram, com mais freqüência, duradouras. Havia uma conexão maior com a sabedoria cósmica. Havia um “religare” mais intenso (religar, vocábulo latino que deu origem à palavra religião). Havia uma necessidade menor de se “entender” o parceiro amoroso. Uma facilidade maior de se “aceitar” esse parceiro. Se pensarmos bem veremos que as coisas são como são. São como devem ser.

O homem com seu instinto questionador pretende com uma falsa noção de inteligência mudar a natureza. Não há como mudá-la. Ela é como é. Ele não tem essa capacidade. Sempre que tenta comete enganos. Não raramente catastróficos.

Em vez disso deveria questionar a si mesmo. Aí, sim! O poder dialético do homem foi-lhe dado para que se volte para dentro, para seu interior, para seu íntimo, com o fim de se descobrir.

Se nos observamos intimamente, se nos descobrimos, entendemos nossos erros e defeitos e desta forma aceitamos melhor as diferenças que há entre o macho e a fêmea, sim, porque elas não são privilégio do animal racional. Em todas as espécies há essa diferença. Eles não a questionam. Aceitam-na. Não pensam. Mas como nós pensamos (suponho), cremos que podemos mudá-la.

Então, se ela te pede um beijo, satisfaça-a sabendo que o que quer realmente é carinho e atenção. Se é ele que te quer beijar, satisfaça-o, mas prepare-se para momentos de lascívia.

Esta é a realidade nua e crua, sem rodeios, sem máscaras, sem fantasia! Queiramos ou não, temos que aceitá-la. Há uma frase pitoresca, muito interessante, que traduz bem esta realidade: “a mulher para casar, até faz sexo; o homem para fazer sexo, até casa”.

Cabe aqui lembrar Victor Hugo em seu épico poema “o homem e a mulher”:

“O homem é a mais elevada das criaturas.

A mulher, o mais sublime dos ideais.

Deus fez para o homem um Trono;

Para a mulher, um Altar.”


8 Respostas to “quero um beijo”

  1. Nossa, você anda inspirado , hein, menino? Arrasou! Parabéns!!

  2. Saulo Mendes Says:

    Maravilhoso!!!
    Congratulações!!!

  3. sonia Says:

    Amigo não conhecia mais esse dom teu!! Amei. Parabéns beijos. Saudades!

  4. aldeni Says:

    Adorei!
    Vale a pena ler!!!
    Grande abraço.

  5. Adorei!!! É isso mesmo o que você colocou muito sabiamente… Saudades, meu amigo.

  6. Pedro Berruezo Says:

    Para mim, o melhor de todos até agora… Não que os outros sejam ruins, mas esse é ótimo.
    Abraços, Pai…

  7. Celma Says:

    Beijar! Tudo de bom. O beijo é a forma mais deliciosa de se fazer amor. Diz tanto! Ou nada… Gostei muito de como vc colocou. APLAUSOS !!!!!

  8. Lorena Says:

    Eu recomendo!
    Dentre tantas outras essa foi uma das que mais gostei.
    Parabéns!!
    Forte abraço!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: