loucura

.

Como posso deixar de te amar

se com o tempo tu cresces em mim,

com teu calor, teus afagos sem fim,

com teu jeito tão teu de se dar?

.

Como posso tentar te esquecer

se a magia que tens me assusta,

se o medo de enlouquecer

uma noite de sono me custa?

.

Como posso me afastar, feliz,

quando vêm me cobrar sensatez,

me dizer que enlouqueci de vez,

se és tão louca quanto eu? Me diz!

.

Ah! Minha desditada amada

que a esperança mantém acordada,

que de tanto sonhar já esqueceu

que quem sonha resgata o que é seu!

.

Não temas teu futuro incerto.

Não deixes que te tracem o caminho.

Ouve teu coração bem de perto,

que preciso viver teu carinho.

.

Sê mais louca do que és agora.

Vou tentar ser mais louco ainda

pra vivermos pela vida afora

este amor que do mundo é berlinda!

Anúncios

9 Respostas to “loucura”

  1. Marcia Says:

    Como é lindo o amor de poeta……….
    bjus…..

  2. Adenilton Says:

    Parabéns Osvaldo, pela sensibilidade poética!

    Ps
    Rapaz, patenteia esse poema pois eu vejo muita musicalidade nele e facilmente pode ser convertido em tal. Depois como vais cobrar os direitos autorais quando a música “estourar” como MPB?

    Saudações,

    Adenilton B. Silva

  3. Karinne Says:

    Essa obra é perfeita, desperta em mim momentos lindos e marcantes e jamais esquecidos…
    Ao maravilhoso Vate que preza tua amada. I S2 U! 😉

  4. Marcio Zardo Says:

    Esse é o menestrel do amor !!!
    MARAVILHA !!!
    Marcio Zardo

  5. Karinne Says:

    Essa duas obras (o poema e o poeta) são perfeitas, marcam momentos especiais em minha vida, momentos simples, puros…que jamais serão esquecidos…
    Eu como admiradora entusiasta desse grande vate que me preza, me sinto lisonjeadíssima por receber demonstrações de carinho com tanta sensibilidade…muito grata, meu pundonor…

    • osvaldo marques Says:

      Não há o que agradecer, coisa linda!
      Manifestações do coração só são compreendidas através da poesia que emana de outro coração.
      Beijo, Karinne!

  6. Lorena Says:

    Apesar de um mundo cheio de banalidade, ainda estamos vivos para poder pensar e reinventar nossas histórias.
    Parabéns pela bela poesia!
    Parabéns pela sensibilidade!

  7. Eloeni Dallazem Says:

    Seu poema é simples e grandioso ao mesmo tempo!!!
    Parabéns!

  8. Jaqueline Robespierre Says:

    Amigo Osvaldo,
    Eu não me canso de admirar o seu jeito ímpar de se entregar ao amor, de viver o amor, de se doar a pessoa amada.
    Parabéns!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: