insônia

.

Como posso querer dormir

pensando em ti desse jeito,

a todo instante, acordado,

virando-me incomodado

pra lá e pra cá em meu leito?

Desse modo vou sucumbir.

.

Ao te ver, tão de verdade,

passeando por minha mente

chego até a sentir teu cheiro,

e assisto a teu jeito matreiro

sorrindo pra mim, claramente,

com tanta meiguice e vontade.

.

Às vezes, se chego a dormir,

invades meu mundo dos sonhos

e se era só imaginação

agora tem mais sabor e emoção:

meus olhos dantes tristonhos

se iluminam, a te assistir.

.

Como é doce essa sensação!…

Mas estou sem sono, e agora?

Tento dormir e não consigo.

Será que tudo isso é castigo

por querer te mandar embora

da mente e não do coração?

Anúncios

6 Respostas to “insônia”

  1. Karinne Says:

    Esse é o tipo de insônia mais amorável…
    A grande voluptuosidade do crepúsculo…
    Poema perfeitíssimo!!!

  2. Imael Júnior Says:

    Muito belo mesmo!
    Esta é a insônia que nos habita quando pensamos como loucos.
    Parabéns!

  3. Marcia Says:

    Sonhe seu sonho no seu sono.
    Muito lindo….

  4. Jilberto Says:

    Olá!

    A insônia involuntária é detestável, porém, se por uma boa causa, totalmente válida.
    Abração!

  5. Maria José Says:

    Parece não tratar apenas de um poema, mas de um fato. Ele deve ter mexido muito com as “feridas” de algumas pessoas.
    Parabéns!!!

  6. Muito lindo !!!!!!
    Está é a razão da minha insõnia……

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: