a noite

.

Chega a noite e com ela sua paz.

Excetuando alguns raros notívagos, o silêncio e a ausência da luz nos reporta ao mundo dos sonhos e reconforto espiritual.

Os que não gostam de dormir ou que fogem do sono, que gostam de ficar mais tempo acordados que dormindo, têm receio de reprimendas que possam sofrer em outros planos que não nesse mundo tridimensional. Se estamos aqui para aprender, por que fugir de censuras tão importantes para o crescimento? É lá, em outra dimensão, que recebemos ensinamentos e críticas a nosso comportamento aqui. Assim evoluímos.

Quanto mais se evita esse contato inconsciente, maior é a dor de experimentar as vicissitudes do dia-a-dia. A noite é necessária para que galguemos degrau por degrau a escala evolutiva. É a travessia da ponte que vai do homem ao super-homem, parafraseando Nietzsche. O sono é essencial para esse aprendizado.

Entristece-me bastante tomar consciência da atual realidade humana. Em vez de buscarmos conforto espiritual, fugimos dele. Com isso sofremos e tal sofrimento se manifesta fisicamente como doenças trazidas pelo estresse que nada mais são que desequilíbrio psicossomático, e geram inconformismo, desilusão, mau-humor, irritabilidade, dentre outros sintomas.

Se tomássemos consciência de nossa condição pré-humana, e a aceitássemos sem arrogância, ficaria mais fácil. Se erramos, temos que abaixar a cabeça e aceitar a admoestação que nos cabe. Em vez disso o que fazemos? Fugimos. Não gostamos de dormir, mas como o sono é necessário, o forjamos. Fazemos uso de tranquilizantes para que não nos lembremos do que vivenciamos nos outros planos. No entanto, ignoramos que sob o efeito de drogas não podemos aprender nada lá. Daí vem a insatisfação do dia seguinte, e, como uma bola de neve, vai crescendo até nos levar à demência. Hoje temos uma fatia da população dependente de drogas e já com algum grau de insanidade somente por não possuir humildade suficiente para reconhecer que não está agindo corretamente e que precisa de corretivos.

Se castigamos um filho quando ele faz algo errado não é porque não o amamos, pelo contrário, queremos seu bem e por isso o punimos. Assim é nosso pai celestial para conosco. Não importa a religião que professemos, o ensinamento é universal. Todos sabemos interiormente o que é correto e o que é errado. Não há como fugir disso. O problema consiste em querer mudar. Aí está a raiz de todas as dores: não querer mudar! Oportunidades são-nos dadas sem cessar e as negamos da mesma forma, incessantemente.

Se não estamos incluídos nessa parcela humana em decadência, temos que desenvolver o Amor Incondicional. Tais criaturas necessitam de ajuda espiritual. Façamos alguma coisa em seu benefício. E só existe um caminho: a oração. Volto a dizer que não importa a religião que professemos. É nosso dever orar, ou pedir, ou rezar por elas. Precisam superar suas fraquezas e voltar a dormir em paz. E que cheguemos todos juntos ao cume da Montanha que temos que escalar.

Anúncios

3 Respostas to “a noite”

  1. Maria José Says:

    Excelente! De fato é o que acontece com o ser humano.

  2. Tayanne Says:

    “temos que desenvolver o Amor Incondicional”
    PerfeitoOo!!!!!!

  3. Ayslane Says:

    O escuro da noite faz com que muitos fujam dos seus problemas. Mas a claridade do dia os remetem a vê-los e eles devem ser encarados de frente, pois só assim encontramos a felicidade. Você escreve coisas tão intensas que purificam a alma de todos os seus leitores. Desejo-lhes muitas felicidades!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: